segunda-feira, 6 de agosto de 2007

letras / larry


"urband legend / true story"

não é que eu sou contra discos que vem com as letras no encarte, pelo contrário, eu acho isso ótimo! o fato é que eu sou contra ler as letras logo nas primeiras ouvidas.

...ok, deixa eu me explicar.

existe um momento na vida de quem aprecia (ama, na verdade) música em que, derrepende, se descobre que nunca mais as coisas vão ser como elas eram. obviamente, você que está lendo, sabe do que eu tô falando. lembra daquele dia em que você colocou aquela fitinha cassette, da banda da sua vida, e, logo no primeiro riff, nos primeiros segundos, caiu a ficha de que o mundo, derrepente, mudou completamente, que tudo começou a fazer sentido? pois é.

a partir desse momento você começa a entender as coisas de uma maneira diferente. uma das coisas que esse momento me ensinou foi que comprar/copiar/baixar um disco tem todo um outro significado. não é só dar play e ouvir umas notas e dar umas bangueadas. o que acontece é uma coisa muito particular. é quase como transar com alguém.

... ok, deixa eu me explicar denovo.


existem dois pontos: o ponto a e o ponto b. o ponto a é a banda/artista, ele(a) tem suas idéias e impressões, que são compartilhadas nas músicas/letras. o ponto b é o ouvinte, que também tem suas idéias e impressões e que podem ser ou não parecidas com a do artista/banda. quando se adquire um disco, o que acontece na primeira ouvida, é como um intercurso sexual. ponto a e ponto b se relacionam diretamente e criam uma ponte, um ponto c, que é o fruto da cruza das impressões de a e b. ou seja, é um momento íntimo em que se trocam idéias e sentimentos. é como a primeira vez em que se transa com uma pessoa. vai-se descobrindo, se entendendo, não existe mecanísmo, é uma coisa intuitíva.

quando se ouve um disco pela primeira vez com as letras na mão, lendo-se o que ta sendo cantado, se destrói esse momento. é como transar com uma prostituta, só se segue um manual. é o que causa o fim de muitos casamentos...

tá, saindo um pouco do sexo e indo mais pra ciência, então.

ler é uma coisa muito "lado esquerdo" (do cérebro, só pra esclarecer). é um processo mecânico, decodifica-se um código de letras. ouvir música é uma coisa totalmente sensitiva/emotiva, ou seja, acontece no lado direito do cérebro.

quando se ouve um disco pela primeira vez, na minha opinião, deve-se "devotar-se" a ele. sabe? ouvir sem pensar, sem nada na cabeça. ouvir e
sentir. quando se ouve lendo as letras, você se priva dessa primeira impressão de como o som vai te afetar, que é a mais importante. imagina se na mona lisa tivesse escrito, sei lá, "biblioteca"? hahahah ...entendem? é tipo explicar uma piada, ou seja, a coisa mais sem graça do mundo.

mas enfim, só escrevi isso tudo por que eu li, depois de dois meses, umas letras do disco novo do pinback.

isso sempre acontece comigo. eu ouço a música e vou montando a letra conforme o que eu vou entendendo que o cara canta. mas o que me irrita é que, seguido, as letras que eu imagino ou penso que ouço são MUITO melhores do que as originais.

agora, tem algumas bandas que sempre me surpreendem. e o pinback é uma delas. hoje eu descobri que a música que eu mais gosto do disco novo é sobre um cara que eu acho muito foda, o larry walters, e é por essas e por outras que eu concordo com o farófa do garage fuzz, que diz que pinback é a banda da década.

pinback @ north six: "tripoli"

4 comentários:

Lazy Liquid disse...

Então brother, eu ia te fazer a mesma pergunta, mas vi postagem nova hoje.

Sobre o Standard Songs, depois que eu convidei o andernee para postar lá, ele tem botado tantos discos que os meus já saíram da primeira pg.

Ultimamente eu tenho estado distante lá porque estou preparando um top 10 discos de dub, dae eu tenho que pesquisar bastante, escutar muita coisa que eu não conheço e talz...

Honestamente eu tô achando que o standardsongs tá se disvirtuando do que era pra ser no começo. O ander tá postando demais aqueles roquinhos europeus.

Eu até gostaria de te convidar para dar uma força pois sei que vc sempre ta escutando coisas novas, mas como vc sempre tá atolado em mil projetos e não sei como vc costuma baixar música (servidores tipo rapidshare, soulseek, emule...) daí nunca me atrevi a fazer tal proposta.

Mas o convite existe, se vc topar não precisa postar com grande frequência e será um baita reforço.

Ah, legal que vc também acompanha o tarja preta.... dead leaves eu fui ver pq vc falou aquela vez no carro. Aliás preciso pegar umas indicações pq também sou noob em animes, to começando a descobrir esse mundinho.

É isso, abs!!

Lazy Liquid disse...

Aliás, de qual música do AoA que vc tava falando?

fe disse...

minha percepção musical é um tanto quanto infantil.

sal disse...

dels.. que belo post.
primeiro eu DEVO dizer que concordo fortemente (mesmo que nao resista a pegar o encarte e ver as letras logo no inicio). segundo DEVO admitir que fiquei muito curiosa sobre essa banda.
baixarei.